segunda-feira, 19 de abril de 2010

Frida Kahlo...

Desenho: Francisco de Assis Calixto Pereira

Na juventude tem atitude,
Vive, diverte-se e ama.
Um acidente lhe entristece,
E a deixa a pensar na cama.

Pensamentos voam,
Como as borboletas que enfeitam o gesso.
Um começo,
Pintar as pessoas que ama.

Como mulher foi valente,
Um amor infiel e ardente.
Sem um filho poder gerar,
Empenhou-se em um trabalho realizar.

Como artista revolucionou,
Vestiu-se de homem, revoltou-se,
Lutou, chorou e pintou.
O mundo em sua volta nas telas deixou.

Simone Medeiros da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desde já, agradeço seu comentário!